O que significam as inscrições no ícone de São Basílio Magno que está no hall de entrada da FASBAM?

Muitos estudantes e visitantes nos questionam sobre o que está escrito no ícone de São Basílio Magno que está em nosso hall de entrada. Pois bem, hoje a gente resolveu fazer este post para contar este segredo que não é tão segredo assim.

Primeiramente, vamos a alguns detalhes dos ícones. São Basílio é um doutor da Igreja que escreveu diversas obras. Entre elas está o Tratado Sobre o Espírito Santo. Por este motivo, ele está segurando um livro em sua mão esquerda e uma pena em sua mão direita. No alto, do lado esquerdo, há uma pomba, símbolo do Espírito Santo, e do lado direito há um chama de fogo, que lembra o fato dele ser um doutor da Igreja, ou melhor, uma coluna da Igreja que representa a sua fé sólida e o seu amor intenso a Deus e aos coirmãos. Ele também possui o báculo bizantino, que está atrás do livro, o escudo episcopal, o paramento em forma de losango que está sob sua perna direita, e o omofório, o pálio bizantino, que repousa em seus ombros e em sua mão esquerda, que indicam que ele era um bispo da Igreja. O seu rosto se afina na parte inferior e sua aparência é de uma pessoa magra porque ele viveu uma vida ascética com oração, jejum e caridade.

Vamos agora às palavras que estão escritas no ícone. Antes de tudo, é importante dizermos que elas estão no idioma ucraniano, que usa o alfabeto cirílico. Quando aos seus significados, temos escrito do lado esquerdo do ícone: “СВ ВАСИЛІЙ”; e do lado direito: “ВЕЛИКИЙ”. “СВ” é a abreviação, em ucraniano, para “Santo”; “ВАСИЛІЙ” significa “Basílio”; e “ВЕЛИКИЙ” significa “Magno”, ou seja, São Basílio Magno. Estas inscrições são muito comuns nos ícones para saber a pessoa quem ele o representa.

Por fim, o que está escrito no livro aberto que São Basílio segura em sua mão, “ЗНАННЯ ПОБОЖНОСТІ ЦЕ ЗНАННЯ ПОКОРИ І КРОТОСТІ”, é uma frase de seu Segundo Discurso Ascético, que trata da renúncia ao mundo e sobre perfeição espiritual. No parágrafo 10, ao falar sobre o orgulho, São Basílio afirma: “O conhecimento da piedade é o conhecimento da humildade e mansidão”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat