Professores participam de treinamento sobre metodologias ativas para as aulas remotas

Na última quinta-fera, dia 02/07, os professores da FASBAM participaram de um momento de formação continuada sobre Metodologias Ativas para Aulas Remotas, com os professores Antonio Djalma e Everton Renaud da Edu.Co – Consultoria Educacional.

O objetivo da formação foi demonstrar algumas boas práticas sobre como aproveitar melhor os recursos tecnológicos disponíveis e como reorganizar os planos pedagógicos dos professores a partir do uso de metodologias ativas nas aulas remotas durante esse período de isolamento e distanciamento social causado pela pandemia da Covid-19.

O evento começou com um breve momento de partilha onde os professores puderam apresentar algumas das dificuldades vivenciadas no primeiro semestre, quando foram pegos de surpresa e se viram obrigados a fazerem usos de tecnologias que não estavam acostumados a utilizar. Nessa mesma linha, foi destacado a importância de estar aberto a uma nova realidade que se impõe a todos nós de maneira abrupta e que demanda certas competências e habilidades que não dominamos por completo, exigindo um esforço sobre-humano para se adaptar a essa nova realidade. O lado positivo de tudo isso e que foi relatado durante esse momento de partilha inicial foi que a instituição se mostrou sempre solícita e pronta em auxiliar os professores ao longo do processo, com rapidez e agilidade, dando suporte as dificuldades da melhor forma possível.

Em um segundo momento foi apresentado algumas ideias que deveriam ser analisados e repensados de acordo com a realidade educacional da instituição, levando em conta métricas e uso de recursos tecnológicos variados para serem implementados nos planos de aulas dos professores nesse segundo semestre (ou enquanto durar as aulas remotas por conta da pandemia).

Foi destacado também a importância do uso das metodologias ativas, sobretudo o método da “sala de aula invertida” (Flipped Classroom), que tem como propósito a inversão da maneira de ensinar e que, nesse momento conturbado onde nossos alunos precisam lidar com uma série de dificuldades técnicas, emocionais e de infraestrutura, tende a auxiliar no processo de ensino-aprendizagem de um jeito mais eficiente.

Por fim, foi abordado um exemplo de plano pedagógico baseado na sala de aula invertida que teve como mote principal a definição de estratégia da aula por etapas que conduza o aluno dos níveis mais básicos de aprendizagem (lembrar, entender) até os mais elevados (avaliar e criar).

O evento de formação terminou com um agradecimento por parte do coordenador do curso de filosofia, Prof. Dr. Teodoro Hanicz, e do diretor geral da FASBAM, Prof. Dr. Irineu Letenski, e contou também com o depoimento de alguns professores que viram nesse momento de formação uma ótima oportunidade para repensar sua prática docente de acordo com as exigências que esses tempos de pandemia tem demandado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.