Pandemia é tema de música composta por estudante de filosofia

Em meio ao período de quarentena, o nosso estudante do curso de filosofia, Antônio Onofre de Oliveira Júnior, compôs a música Consequências. O jovem estudante é também seminarista da Ordem de Santo Agostinho e está a caminho do sacerdócio.

A letra, a melodia e o arranjo de Consequências são frutos de Antônio para uma atividade realizada com a professora Ana Beatriz Dias Pinto, na disciplina de Comunicação.

A canção, tocada com violão, fala da ausência de atividades do dia a dia, do medo e do papel do homem. Para além do vocal e do violão, Antônio comenta que também arranha, ou melhor, que “faz o básico do básico no baixo”.

Confira o vídeo que ele preparou e a letra da canção:

Consequências

Templos vazios e escolas, sem reza eu lições
Bares e mares sem ares de festa ou canções
Medo estampado nas telas das televisões
Presos no tempo e no espaço, muitas sensações

Vejo a coroa por sobre aglomerações
Rainha em seu trono e em seu reino de lamentações
Vejo mil corpos, mil mortos, terríveis visões
Doentes, parentes e amantes em dor e aflições

Consequências
Da prepotência
Da Onisciência
Que o homem tem

Meras ilusões que se acabam com o tempo
Meras ilusões do homem que se acabam com o tempo

Consequências que o homem tem
Da prepotência que o homem faz

Consequências
Da prepotência
Da Onisciência
Que o homem tem
Que homem pensa ter

Na FASBAM, durante este tempo de pandemia, as disciplinas estão acontecendo de maneira remota através de metodologias ativas que fazem o uso das TICs, ou seja, as tecnologias da informação e comunicação, como por exemplo, o Skype e o Google Meet, que possibilitam chamadas de vídeo para um grande número de participantes, e o próprio sistema acadêmico que está recebendo diversas melhorias. O uso destas ferramentas está demonstrando a capacidade dos estudantes e do corpo docente de se adaptar às necessidades mercadológicas rapidamente, mantendo a formação de excelência que a instituição possui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat