Sínodo da Amazônia é tema de palestra com Dom José Antônio Peruzzo na FASBAM

A convite da Frente Estudantil Filosófica da FASBAM, Dom José Antônio Peruzzo, arcebispo metropolitano de Curitiba, realizou uma palestra sobre o Sínodo para a Região Pan-Amazônica no último dia 09 de setembro. O encontro reuniu sacerdotes, religiosas, seminaristas, leigos e membros de outras denominações cristãs, para uma reflexão sobre o documento Instrumentum Laboris Amazônia: Novos Caminhos para a Igreja e para uma Ecologia Integral, que foi publicado pelo Vaticano em 17 de junho e servirá como instrumento de trabalho para o Sínodo que acontecerá no mês de outubro, em Roma.

Dom Peruzzo iniciou a palestra saudando toda a comunidade e agradecendo pelo convite de poder falar sobre tema para a comunidade curitibana e apresentou o contexto de como se criou o Sínodo. Basicamente, as ideias são antigas, elas já se davam a partir do estilo de vida que Jorge Mario Bergoglio, o Papa Francisco, tinha quando era arcebispo de Buenos Aires. Lá ele já suscitava interrogativos e em 2015 ele já havia começado a compartilhar a necessidade de se preocupar com a Amazônia na carta encíclica Laudato Si’ – sobre o cuidado da casa comum. Em 2016, os bispos da Amazônia propuseram um Sínodo voltado à Amazônia e suas peculiaridades, à sua evangelização, à culturas multifaces e a um bioma ameaçado.

A questão em si, segundo Dom Peruzzo, é que a Igreja quer olhar para os seus filhos que estão na Amazônia e que o Instrumentum Laboris foi escrito a partir das necessidades dos povos amazônicos para ser trabalhado durante o Sínodo para a Região Pan-Amazônica. Isto significa dizer que não se trata do resultado final do Sínodo. Tanto é que, ao mencionar a sua participação em um Seminário de Estudo do Documento de Trabalho do Sínodo para a Amazônia, em Brasília, Dom Peruzzo destacou que o documento está focado apenas na questão antropológica e que precisa muito ser alimentado com a teologia, principalmente pela Palavra de Deus. Fato este, que segundo ele, outros bispos da Igreja também salientaram.

Por fim, Dom Peruzzo respondeu algumas perguntas dos participantes, exortou mais uma vez para que todos tenham a consciência de que a Igreja é Mãe e quer cuidar dos seus filhos da Amazônia, e foi presenteado com um ícone da Santíssima Mãe de Deus de Kazan e outro de Cristo Pantocrátor.

A palestra está disponível na página da FASBAM, no facebook. Clique aqui para assistir.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *