Como é a jornada Quaresmal na Tradição Bizantina?

A Grande Quaresma tem, na Tradição Bizantina, um período de preparação. Isto mesmo, existe um período de preparação para a Grande Quaresma que, por sua vez, é a preparação para a Santa Páscoa.

Pois bem, os quatro domingos anteriores a Grande Quaresma possuem temas especiais que nos ajudam a atualizar os momentos da história da Salvação, e são eles: Domingo do Fariseu e do Publicano, Domingo do Filho Pródigo, Domingo da Dispensa da Carne e o Domingo da Dispensa do Laticínios.

DOMINGO DO FARISEU E DO PUBLICANO

Primeiramente, temos o Domingo do Fariseu e do Publicano, em que o Santo Evangelho proclamado é o de acordo Lucas 18,10-14. Neste dia, somos convidados a confiar em Deus e não em nós mesmos. Somos convidados, durante a semana que se segue, a pedir a ajuda de Deus antes de iniciar cada atividade.

DOMINGO DO FILHO PRÓDIGO

O domingo que se segue é o Domingo do Filho Pródigo. Neste dia é proclamado o Santo Evangelho segundo o evangelista Lucas (15,11-32). Neste dia, somos convidados a agendar uma confissão.

DOMINGO DA DISPENSA DA CARNE

Após, temos o Domingo da Dispensa da Carne ou Domingo do Último Julgamento. Neste dia é proclamado o Santo Evangelho de acordo com o evangelista Mateus (25, 31-46).  Somos convidados a rezar durante esta semana voltados ao Oriente confiantes de que é de lá que Cristo está retornando.

Domingo da Dispensa dos Laticínios

O último domingo em preparação para a Grande Quaresma é o Domingo da Dispensa dos Laticínios ou Domingo do Perdão. Neste dia recordamos a expulsão de Adão e Eva do Paraíso e temos a proclamação do Santo Evangelho segundo o evangelista Mateus (6, 14-21). Nesta semana somos convidados a nos preparar pedindo perdão uns aos outros.

Ao completar este ciclo de quatro domingos preparatórios, temos, então, o início da Grande Quaresma.

Primeiro domingo da quaresma

Este domingo é chamado de Domingo da Ortodoxia para lembramos do triunfo da Fé sobre a heresia iconoclasta. Neste dia, o sacerdote proclama o Santo Evangelho segundo o evangelista João (1,43-51). Somos convidados a levar um ícone para ser abençoado pelo sacerdote.

segundo domingo da quaresma

Neste dia é proclamado o Santo Evangelho segundo o evangelista Marcos (2,1-12) e somos convidados a levar um chotke ou komboskini (corda de oração) para ser abençoado e usado durante a semana para rezarmos a Oração de Jesus. A Igreja Ortodoxa lembra São Gregório de Palamas neste dia.

terceiro domingo da quaresma

No terceiro domingo da Grande Quaresma, chegamos na metade do nosso percurso até a Santa Páscoa, e temos a Veneração da Santa Cruz. Neste dia, o sacerdote proclama o Santo Evangelho segundo o evangelista Marcos (8,34-9,1) e nós somos convidados a adornar uma cruz e a beijá-la toda manhã em sinal de reverência.

quarto domingo da quaresma

No quarto domingo da Grande Quaresma é recordada a escada de São João Clímaco. Neste dia, é lido o Santo Evangelho de acordo com o evangelista Marcos (9,17-31). Nesta semana somos convidados a fazer o Sinal da Cruz e a pedir a ajuda de São João cada vez que subimos alguma escada para que ele nos ajude a ganhar o Paraíso.

quinto domingo da quaresma

No quinto e último domingo antes da Semana da Paixão, recordamos Santa Maria do Egito. Neste dia, é proclamado o Santo Evangelho de acordo com o evangelista Marcos (10,32-45). Somos convidados a pedir à Santíssima Mãe de Deus para que tenhamos pensamentos puros.

domingo de ramos

No Domingo de Ramos, no qual recordamos a Entrada de nosso Senhor em Jerusalém, temos a proclamação do Santo Evangelho segundo o evangelista João (12,1-18). Neste dia somos convidados a preparar e a levar ramos para serem abençoados na igreja. Podemos utilizar estes ramos para adornar um ícone especial em nossas casas e até mesmo colocá-los em nosso carro.

sexta-feira da paixÃO

Na Sexta-feira da Paixão, temos um serviço todo especial. Neste dia somos convidados a refrear o uso da TV, internet e do celular em honra a morte de Cristo.

domingo de Páscoa

Finalmente, temos a solenidade das solenidades: a Santa Páscoa. Neste dia é proclamado o Santo Evangelho de acordo com o evangelista João (1,1-17) e somos todos convidados a saudar uns aos outros com “Cristo Ressuscitou!”.

3 thoughts on “Como é a jornada Quaresmal na Tradição Bizantina?

  1. P. Andrés Koropeski, OSBM says:

    Na tradição bizantina da Igreja greco-católica ucraniana no segundo domingo da quaresma não é lembrado o teólogo Gregorio Palamas, pois é um santo da igreja ortodoxa -viveu no século XIV, após o cisma, e não reconhecido pela Igreja católica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *