Aspectos que você precisa saber sobre Arquitetura Bizantina

A arquitetura bizantina teve grande importância na cultura europeia, especialmente na metade oriental do continente, durante as eras medievais.

As principais características da arquitetura foram encontradas na capital do Império Bizantino, Constantinopla.

As primeiras estruturas erguidas em Constantinopla mostraram influências romanas, mas a partir do século VI a arquitetura bizantina começou a evoluir de forma independente.

Alguns dos exemplos mais notáveis ​​da arquitetura bizantina incluem a magnífica igreja de Santa Sofia e as Muralhas de Constantinopla, entre outros.

Elementos notáveis ​​da arquitetura bizantina

A arquitetura bizantina tinha muito em comum com o estilo romano de construção. Mas o estilo bizantino também introduziu muitos aspectos próprios.

Os elementos mais notáveis ​​da arquitetura bizantina foram a basílica e as cúpulas. Ambas foram usadas ​​popularmente em igrejas e outros edifícios eclesiásticos construídos no Império Bizantino .

Cúpulas, como as construídas na igreja de Santa Sofia, foram construídas com inovações estilísticas, permitindo um tamanho maior. As mudanças mais notáveis ​​no projeto de edifícios da Igreja no Império Bizantino foram a construção de igrejas em plano cruzado, que compreende uma área central de massa e quatro braços que se estendem em todos os quatro lados dessa porção central.

Telhados abobadados

Telhados abobadados eram elementos arquitetônicos populares usados ​​em edifícios bizantinos, especialmente nas igrejas construídas sob o Império Bizantino. Para poder erguer vastas cúpulas sobre os edifícios das igrejas, a arquitetura bizantina criou dispositivos únicos. Isso incluía o uso de uma trompa de ângulo (uma espécie de abóbada cónica, formada por arcos diagonais dispostos em avançamento nos ângulos superiores dos muros, e que tem por função estabelecer a passagem de uma planta quadrangular a outra poligonal ou circular0 que montava cada canto de um quadrado liso com um arco, permitindo que ele sustentasse a cúpula; ou o uso de um pendente.

Arquitetura Bizantina Notável

Imperadores bizantinos tiveram uma série de grandes edifícios construídos durante o auge do Império no início da era medieval. Alguns desses edifícios existem até hoje. O mais notável deles é Santa Sofia, que era a coroa de jóias da capital bizantina de Constantinopla, atual Istambul, na Turquia.

A igreja é um belo exemplo do estilo bizantino de telhados abobadados. Outros exemplos da arquitetura bizantina incluem a igreja de Santa Irene, a Cisterna da Basílica, as grandes muralhas de Constantinopla com 192 torres que ajudaram a proteger a cidade por muitos séculos e o Mosteiro de Santa Catarina.

Influências da arquitetura bizantina

O Império Bizantino se estendeu por vastas regiões da Ásia Menor e regiões vizinhas durante sua idade de ouro. Como resultado, o estilo arquitetônico do Império passou a ser refletido em regiões que se estendem da Ucrânia à Arábia, à Grécia e à Turquia moderna.

Muitas dessas regiões têm exemplos existentes da arquitetura bizantina. O estilo informou muitas culturas subsequentes, afetando principalmente o desenvolvimento e a evolução da arquitetura muçulmana sob os califados Omayyad e Abbasid.

A arquitetura duradoura e icônica erguida pelos muçulmanos na Espanha durante a era medieval também é citada como inspirada na arquitetura bizantina. O estilo continuou a florescer nos países de Tradição Oriental por um longo tempo e impacta diretamente a evolução da arquitetura até hoje.

Quer saber mais sobre a Arquitetura Bizantina? Inscreva-se em nosso curso de Pós-Graduação em Arquitetura e Arte Sacra do Espaço Litúrgico, clicando aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat