Frio curitibano, dia ensolarado, filosofia e comunicação

É desta maneira que os últimos dias estão sendo aqui em Curitiba. Por isso, os estudantes do segundo ano do curso de filosofia aqui da FASBAM, na disciplina de comunicação, com a professora Ana Beatriz, não perderam a oportunidade de sair ao sol. Foi uma aula muito diferente, porém com um caráter muito interessante. Foi uma manhã muito agradável.

Todos sabemos como são frias as manhãs do outono e do inverno Curitibano. Nada mais oportuno que aproveitar os raios de sol. O clima estava propício para que este momento acontecesse. Fomos todos levados a seguir os sinais dos tempos e nos deixamos ser levados pelo lógos condutor que organiza e rege o universo. Tudo nos dizia: aproveitem o sol!

Na verdade, esta aula que tivemos não passou de uma aula normal. Em certa parte, pelo menos. Neste dia, tínhamos de apresentar uma discussão acerca do livro Midiatização da Religião de Paulo Roque Gasparetto. Conforme a divisão feita em sala, algumas aulas antes, cada grupo ficou responsável por trazer e conduzir uma discussão sobre uma das divisões do livro.

Desta forma, a proposta da professora Ana Beatriz veio muito a calhar, já que todos estavam com frio. Ficou algo muito inédito e produtivo, pois proporcionou um clima de descontração enquanto alguns estavam meio-tensos pela apresentação e outros estavam bem entrosados, argumentando tudo, em meio a uma roda chimarrão.

Um detalhe muito interessante era de ver os acadêmicos das demais classes espiando pelas janelas do segundo piso para ver o que estava se passando com a nossa turma em um círculo, no meio do estacionamento da instituição. Acho que, de certa forma, causamos um pouco de inveja nos demais alunos, ou melhor, não uma inveja pecaminosa, mas uma vontade de estarem ali juntos para aproveitar o solzinho que nos fora dado.

O calor que nos foi dado pelo sol ajudou a reforçar que a nossa FASBAM é um lugar muito aconchegante e aquecido pelo valores de São Basílio Magno com que todos os que aqui estão, com aqueles que nos visitam de vez em quando e também com aqueles que aqui já escreveram a sua história. Mas é claro que um dia de sol após tantos de chuva, não deve ser desperdiçado e, foi justamente esse clima de acolhimento, de pertencimento que fez com fossemos aproveitar o sol.

Essa é a nossa FASBAM e seus professores empenhados em proporcionar um ambiente que promova a aprendizagem. Esperamos por mais aulas assim! Unir a aprendizagem com o clima familiar da nossa instituição.

Texto: Edilson Julio Homenchuk, estudante do 2º ano do curso de Filosofia da FASBAM.

Fotos: Gustavo Pavan e Alifer Silveira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *