A MORTE DE LACAN

UM DOS NOMES DO NÃO-SER E CAUSA EFICIENTE DO PARLÊTRE

Autores

  • Allan Martins Mohr

DOI:

https://doi.org/10.35357/2596-092X.v2n4p127-141/2020

Palavras-chave:

Psicanálise, Outro, Real, Morte, Parlêtre

Resumo

Este artigo tem como objetivo aprofundar o estudo de três temas destacados a partir de uma construção lacaniana em 1955, acerca de seu conceito de Outro. Construção na qual o autor sustenta seu Outro o referido às últimas hipóteses parmenidianas no texto platônico, a um real dito radical e a uma relação com o instinto de morte. Esse caminho visa, por fim, ratificar a tese de que a morte é causa primeira e eficiente do parlêtre. Em outras palavras, intentamos confirmar a proposição de que é possível compreender o problema da morte como primeiro em relação ao impasse sexual e que essa morte deve ser entendida e descrita como causa eficiente do falasser.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

05-07-2020

Como Citar

MARTINS MOHR, Allan. A MORTE DE LACAN: UM DOS NOMES DO NÃO-SER E CAUSA EFICIENTE DO PARLÊTRE. Basilíade - Revista de Filosofia, Curitiba, FASBAM, v. 2, n. 4, p. 127–141, 2020. DOI: 10.35357/2596-092X.v2n4p127-141/2020. Disponível em: https://fasbam.edu.br/pesquisa/periodicos/index.php/basiliade/article/view/245. Acesso em: 13 jul. 2024.