Jesus Cristo

lugar da humanização de Deus e da deificação do ser humano

Autores

  • Rosana Araujo Viveiros

Palavras-chave:

Encarnação, Jesus Cristo, theōsis, humanização

Resumo

A comunicação propõe, a partir do pensamento de Paul Evdokimov, revisitar alguns Padres da Igreja, dentre os quais Atanásio e os Capadócios, no que concerne a articulação entre cristologia e antropologia. Mostrar-se-á que a encarnação e a theōsis são complementares. O percurso consistirá em refletir a condição do ser humano criado à imagem e semelhança de Deus (Gn 1,26-27). A queda enfraqueceu a semelhança, mas não apagou nele a imagem que é o constitutivo do ser humano. Explicitar-se-á o movimento quenótico do Filho de Deus para com a humanidade. Neste movimento a que se perceber que Jesus Cristo é o lugar da humanização de Deus e da deificação do ser humano. O Espírito é quem, no interior de cada cristão, atua juntamente com a liberdade humana na resposta ao louco amor de Deus. Pretende-se, portanto, mergulhar no mistério da encarnação no qual Deus não é somente Deus, mas Deus-Homem e que o ser humano não é somente humano, mas humano-divino.

Downloads

Publicado

2019-03-11

Edição

Seção

O Pensamento dos Padres Orientais