AS CONTRIBUIÇÕES ESTÉTICAS DE DIDEROT, BAUMGARTEN E HUME PARA O SÉCULO XVIII

Autores

  • João Paulo Lourenço de Aguiar Oliveira
  • Aluísio Miranda von Zuben

Palavras-chave:

Arte, Beleza, Estética, Ilustração, Natureza, Utilidade

Resumo

Este ensaio tem por objetivo identificar alguns aspectos particulares da Filosofia da Arte no século XVIII, para isso utilizamos das contribuições estéticas dos filósofos Denis Diderot, Alexander Baumgarten e David Hume. Para a realização deste, nos detivemos em comentários e manuais de estética, dos quais podemos destacar as obras: História da Estética de Raymond Bayer e a História da Beleza de Umberto Eco, bem como de outras obras. Para melhor entendimento, apresentamos o século XVIII marcado pelo espírito revolucionário, iluminado pelo conhecimento em tempos de emancipação e autonomia. Após estes apontamentos é que abordamos o conceito de Beleza para estes filósofos, em ordem cronológica, embora aparentemente não haja ligação entre eles, todos apontam a Beleza como algo útil e salutar aos homens modernos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2021-04-25

Como Citar

PAULO LOURENÇO DE AGUIAR OLIVEIRA, João; MIRANDA VON ZUBEN, Aluísio. AS CONTRIBUIÇÕES ESTÉTICAS DE DIDEROT, BAUMGARTEN E HUME PARA O SÉCULO XVIII. Helleniká - Revista Cultural, Curitiba, FASBAM, v. 3, n. 3, p. 113–131, 2021. Disponível em: https://fasbam.edu.br/pesquisa/periodicos/index.php/hellenika/article/view/318. Acesso em: 18 jun. 2024.

Edição

Seção

Artigos