DA DIFERENÇA ENTRE SER CRIADO E TER INÍCIO NO TEMPO

UMA INTRODUÇÃO

Autores

  • Napoleão Schoeller de Azevedo Júnior

DOI:

https://doi.org/10.35357/2596-092X.v4n8p73-86/2022

Palavras-chave:

Criação, Participação, Causalidade, Tempo, Geração

Resumo

Santo Tomás de Aquino pretende demonstrar que todo ente, diferente de Deus, é criado por Deus. Porém, não aceita que seja possível demonstrar que o mundo possui um início. Portanto, mesmo tendo sido criado, o mundo pode existir desde sempre. No presente artigo, esse tema é abordado. Procura-se explicar os principais conceitos envolvidos, a fim de esclarecer os pontos centrais do estudo. Ao longo deste artigo, são distintas as séries ordenadas de causas eficientes (per se e per accidens), é introduzida a tese de que as criaturas existem por participação e, por fim, são evidenciadas algumas diferenças entre criar e gerar, estabelecendo certas características próprias da eternidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

05-06-2022

Como Citar

SCHOELLER DE AZEVEDO JÚNIOR, Napoleão. DA DIFERENÇA ENTRE SER CRIADO E TER INÍCIO NO TEMPO: UMA INTRODUÇÃO. Basilíade - Revista de Filosofia, Curitiba, FASBAM, v. 4, n. 8, p. 73–86, 2022. DOI: 10.35357/2596-092X.v4n8p73-86/2022. Disponível em: https://fasbam.edu.br/pesquisa/periodicos/index.php/basiliade/article/view/412. Acesso em: 18 jun. 2024.