ASPECTOS CRISTOLÓGICOS NA ORAÇÃO “LOUVORES A DEUS ALTÍSSIMO”, DE SÃO FRANCISCO DE ASSIS

Autores

  • Sidney Damasio Machado
  • Kleber Moresco

DOI:

https://doi.org/10.35357/2596-092X.v4n7p83-98/2022

Palavras-chave:

Antropologia, Cristologia, Experiência, Representação, Imaginário

Resumo

Alguns autores medievais intuíram com muita sabedoria o princípio de que o modelo perfeito de ser humano encontra-se em Jesus Cristo; esse princípio hermenêutico vincula o estudo da antropologia com a compreensão cristológica. A experiência pessoal e/ou coletiva interfere diretamente no modo de imaginar Cristo, pois o imaginário é formado com elementos culturais. Sendo assim, as representações de Cristo são herdeiras de uma experiência, essa experiência além de buscar descrever a Cristo, também revela o ideal antropológico, pois Cristo é o ser humano por excelência. Orações, pinturas e escritos são algumas das formas de manifestar de modo metafórico a relação entre o ser humano e o transcendente. Na oração Louvores a Deus Altíssimo São Francisco atribui diversos adjetivos a Deus. O objetivo desse artigo é apresentar alguns elementos cristológicos presentes nessa oração, e a partir desses elementos, perceber os ideais antropológicos presentes na compreensão de São Francisco de Assis.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

31-01-2022

Como Citar

DAMASIO MACHADO, Sidney; MORESCO, Kleber. ASPECTOS CRISTOLÓGICOS NA ORAÇÃO “LOUVORES A DEUS ALTÍSSIMO”, DE SÃO FRANCISCO DE ASSIS. Basilíade - Revista de Filosofia, Curitiba, FASBAM, v. 4, n. 7, p. 83–98, 2022. DOI: 10.35357/2596-092X.v4n7p83-98/2022. Disponível em: https://fasbam.edu.br/pesquisa/periodicos/index.php/basiliade/article/view/363. Acesso em: 19 jul. 2024.