HEGEL E A RELIGIÃO COMO O SEGUNDO MOMENTO DA MARCHA DO ESPÍRITO

Autores

  • Rogério Miranda de Almeida
  • Guilherme Costa Fernandes

DOI:

https://doi.org/10.35357/2596-092X.v2n4p61-84/2020

Palavras-chave:

Hegel, Religião, Espírito Absoluto, Saber Absoluto, Suprassunção

Resumo

Estas reflexões têm como objetivo principal ressaltar a concepção hegeliana da religião no que diz respeito, mais especificamente, à religião como o segundo momento da marcha do Espírito Absoluto. Como se sabe, tanto o sistema hegeliano como um todo, quanto a sua concepção da religião em particular são por demais amplos, nuançados e suscetíveis das mais diversas interpretações, dada a própria evolução e as transformações pelas quais passou o seu pensamento. Esta é razão pela qual, considerando os limites formais deste artigo, nós nos ativemos a tão somente fazer relevar, de maneira descritiva e analítica, a questão da religião tal como Hegel a apresenta na Fenomenologia do Espírito.

Downloads

Publicado

2020-07-05